segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Um pouco sobre Ambrósio

Ambrósio é um personagem pouco conhecido, mas a cada nova descoberta, mais me encanta. Acho este texto - "Splendor paternae gloriae" - de uma poesia contundente ao falar da luz que nasce da luz. É filosófico e transpira fundamento e reflexão. 

Mosaico da Basilica de Santo Ambrósio (Milão)


“Splendor paternae gloriae”


Esplendor da glória do Pai,
Luz nascida da Luz,
Fonte viva de claridade,
Dia que ilumina o dia.
Verdadeiro sol resplandecente,
desce sobre nós,
Brilha numa luz sem fim,
Faz luzir nos nossos corações
Os raios do Espírito divino.
Que nos seja dado cantar
O Pai da eterna glória,
O Pai todo-poderoso
Que apaga as nossas faltas.
Que Ele dê força ao nosso agir,
Que Ele destrua o inimigo
Que nos dê na provação
A graça para atuar.
Dirija a nossa inteligência,
Que Ele guarde o nosso corpo,
Que a nossa fé seja ardente,
Simples e sem retorno.
Seja Cristo nosso alimento,
A fé a nossa bebida,
Que a sóbria embriaguez do Espírito
Seja a alegria deste dia.
Que o dia decorra alegre
Na pureza da manhã,
Que ao meio dia brilhe a fé
Que vença as sombras da noite.
Como o sol que brilha aos nossos olhos,
Venham até nós com a aurora
O Filho nos braços do Pai
E o Pai nos braços do Filho.

Não deve ser por nada, que este advogado nascido na Alemanha virou padre num tempo onde o cristianismo formulava suas ideias. E claro, tem na sua historia aquele outro personagem denso: Agostinho. 


Fiquei bastante tocada ao achar o local onde Ambrósio batizou Agostinho em Milão


sábado, 13 de dezembro de 2014

Vivendo tempos estranhos no Brasil

Hoje os jornais dão a noticia de que a presidente da Petrobras tinha sido avisada dos superfaturamentos e irregularidades na empresa. 
Como é possível tamanho esquema sem o envolvimento da cúpula? E como é possível que o controlador majoritario, o governo (pessolamente Dilma que foi presidente do conselho) tentem se fazer de inocentes? No mínimo: são incompetentes no grau de abobalhados. Qualquer profissional, dando conta de que comeu tamanha mosca, teria pedido demissão. Mas não: primeiro desmentem, em seguida tentam cobrir os traços e desmerecer os investigadores. Estamos assistindo à um descalabro de governança corporativa e política.
Charge do Globo com minha legenda: onde vai parar toda esta M jogada no ventilador?

quarta-feira, 5 de março de 2014

Para celebrar minha mãe

Neste dia 5 de março, o sol brilha e meu coração vibra para celebrar a vida de minha mãe. Nesta noite, dois momentos de especial conexão com ela. Uma alegria ao deitar, pensei em como era bom dormir! E como minha mãe dormia bem, que bom que sou como ela e durmo com os anjos! Feliz em pensar em sua energia boa no meu quarto, lembrar que ela tinha dormido lá, me deu assim um grande abraço energético. E quando estava quase na hora de acordar, sonhava que cantava para um grupo e de repente.. vejo minha avó sentada no meio das pessoas. Alegre, de cabelos brancos, sorrindo, ela me disse: vim te dar um beijo! Imagino que todos tenhamos estes sonhos de encontros com pessoas que já partiram. Este é o segundo que tenho com a Deza. Lembrei de que ela contava que uma vez, numa seção espírita, ela estava de olhos fechados e sentiu algo no seu rosto. Parecia um bicho que havia grudado na sua pele. A vidente disse-lhe em seguida: o Abigail passou aqui e te deixou um ósculo. Engraçado o uso da palavra - ósculo - é a palavra que ela sempre usou para relatar este evento.
Tudo isso se reflete no estado de grande emoção que me perpassa hoje. Tenho muita admiração pela força de minha mãe e sinto sempre em mim o seu carinho, acumulado nestes 53 anos ...
Gratidão para com a vida, é o que podemos emitir neste universo. Acho que meus avós Biu e Deza, lá no céu, e entre nós, vibram de uma forma pura e muito perto de Deus, compartilham a alegria desta pessoa que nos mantém em cadeia, ligados à fonte de Vida no amor.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Abigail, Bil, Biga

Quanto sabemos de nossa familia, das pessoas que carregaram o nosso DNA... ? Um pouco de nossos pais, as vezes um pouco de nossos avós. Graças à uma lista que minha mãe fez, com as datas dos aniversarios, sei que hoje é aniversario de morte de meu avô Bil. Penso sempre nele, tão intensa foi a sua presença em minha vida, embora ele tenha ido quando eu tinha apenas 15 anos... e nos anos que se sucederam, sua presença ficou em mim. Abigail Nunes de Moraes, advogado, homem altivo com seus 1,60.
Colegio Salesianos, Niteroi
As historias que contava da familia em São José do Calçado, animavam as viagens de carro para a fazenda, para Araruama, para o Sul. Filho de fazendeiro, muitos irmãos e irmãs, brigas, Zezé implicava, Dona Cecilia não queria saber quem tinha razão, tirava o cinto, Biga puxava o Zezé para um lado e para o outro e se protegia da surra... o pia Chichico queria ter filho doutor. E foram médicos e advogados, menos as moças, claro. Da fazenda Catadupa, Biga foi estudar em Niteroi, no Colegio Salesianos. 
Um dia entrou na cozinha e viu o cozinheiro virar um saco de feijão direto na panela.. sem lavar nem nada. Depois daquele dia não conseguia comer, até cair de fraqueza na missa. Apesar dos pesares, sua relação com Deus sempre me pareceu intima. Nas pequenas coisas, na forma como se portava na missa, no interesse em levar novas músicas do Santuario das Almas para Calçado. Ele era um membro vivo da igreja. Vibrava sua fé concretamente no mundo. Seu amor atravessou em mim os anos e hoje, eu avó, registro um pouco do Bil que porto nas minhas células com orgulho, na minha memoria, com carinho.

A propósito da historia de São José do Calçado, de uma olhada em  O Broinha


quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Um salmo para enfeitar este dia

Deus nos conhece, conhece nossos atos, entra nos nossos pensamentos... por que não pedir-lhe ajuda? Genial esta retórica! Ao mesmo tempo poética e pragmática.. fica aqui o texto em francês, por hora. 
Tu me scrutes, Seigneur, et tu sais ! 
Tu sais quand je m'assois, quand je me lève ; 
de très loin, tu pénètres mes pensées. 
Tous mes chemins te sont familiers. 

C'est toi qui as créé mes reins, 
qui m'as tissé dans le sein de ma mère. 
Je reconnais devant toi le prodige, 
l'être étonnant que je suis.

Scrute-moi, mon Dieu, tu sauras ma pensée 
éprouve-moi, tu connaîtras mon cœur. 
Vois si je prends le chemin des idoles, 
et conduis-moi sur le chemin d'éternité. 

Ps 139(138),1-2.3b.13-14ab.23-24.

Em homenagem ao aniversário do meu querido sobrinho Arthur! Que Deus que mora em seu coração, caminhe com sua consciência! 

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

A espiritualidade do 40 (ou sobre a Quaresma)

"É ridículo pensar que nós entraremos no paraiso sem entrar antes em nós mesmos."
Teresa de Ávila

Quaresma, palavra que vem do latim quadragésima, é o período de quarenta dias de introspecção e crescimento espiritual. Preparação para a transformação máxima da vida, a Páscoa. 
40 - O tempo da quaresma é de quarenta dias, porém em dias corridos somam quarenta e sete pois, de acordo com o cristianismo, o domingo, que já é dedicado como o dia do Senhor, durante a quaresma não é contado. Após esse período, se inicia o Tríduo Pascal, que termina no Domingo de Páscoa.

Na Bíblia, o número quatro simboliza o universo material. Os zeros que o seguem significam o tempo de nossa vida na terra, suas provações e dificuldades. Portanto, a duração da Quaresma está baseada no símbolo deste número na Bíblia.
Tempo de convergir 
A Quaresma é o tempo litúrgico de conversão, que a Igreja Católica, a Igreja Anglicana e algumas protestantes marcam para preparar os fiéis para a grande festa da Páscoa. Durante este período, os seus fiéis são convidados a um período de meditação. (Fonte Wikepedia)


E sobre o jejum 
O Senhor disse pela boca do profeta: «O jejum que Eu aprecio é este, [...] repartir o teu pão com o esfomeado, dar abrigo aos infelizes sem asilo, vestir o nu, e não desprezar o teu irmão» (Is 58,6-7). Eis o jejum que Deus aprova [...]: um jejum realizado no amor ao próximo e impregnado de bondade. Prodigaliza pois aos outros daquilo que retiras a ti próprio; assim, a tua penitência corporal permitir-te-á cuidar do bem-estar físico do teu próximo em necessidade.(São Gregório Magno (c. 540-604), papa e doutor da Igreja 
Homilias sobre os evangelhos, nº 16, 5)

domingo, 5 de junho de 2011

Gertrude Stein, nota de curiosa (e uma referência de artigo do NYtimes)

Gertrude Stein, por Picasso
Um tempo atrás, comprei um livro com um título engraçado.. Frankenstein, Gertrude Stein.. (tinha mais um Stein..) lembrei.. era Einstein. Um trocadilho que me pareceu inteligente. A leitura não foi muito pra frente, o conteudo não era tão interessante como o título. Mas a referencia sobre Gertrude, ficou. Agora em Paris, claro que o contato se estreita. Ainda mais depois do filme (que adorei) Midnight in Paris. 

Deixou o registro deste artigo do NYTIMES falando de duas exposições sobre ela em San Francisco.

Minhas notas:
Seu primeiro grande livro "The making of Americans", data de 1905 (?), tem quase 1000 páginas.. inventando o modernismo antes de Joyce. Escrito a mão, sem revisão. 

Como promotora dos modernistas, não agiu só, mas em contato estreito com seu irmão Leo Stein. Ele adquirindo Cezannes et Renoirs e ela ficou notoria por promover Picasso e Matisse.

Estudou em Radcliffe (psicologia com William James) e depois medicina.. mas não se formou. 

Viveu com Alice Toklas, com quem tinha uma parceria pessoal e artistica. 

Durante a guerra, ela ficou em Paris.. colaborou com Vichy e até foi tradutora de discursos para o presidente francês sob a coloboração.

E não esquecendo que foi ela que cunhou a frase: "America is my country, but Paris is my hometown."

Seu endereço ..


Agrandir le plan